Livro de arquitetura do ano pelo Festival Internacional de Livros de Arte em Perpignan, França, ‘Cosmic Communist Constructions’ mostra 90 edifícios nas ex-repúblicas soviéticas.

Uma viagem fotográfica incomparável através do tempo e da geografia, Cosmic Comunist Constructions Photographed reúne 90 edifícios em 14 ex-repúblicas soviéticas. Cada uma dessas estruturas expressa o que Chaubin considera a quarta era da arquitetura soviética, um florescimento desconhecido que ocorreu de 1970 a 1990.

Em seu exotismo local e quebra-cabeça de estilos, esses vastos, estranhos, porém incríveis edifícios são reflexos culturais de um sistema político.

Em seu quebra-cabeça de estilos, em suas estratégias bizarras, esses edifícios são remanescentes extraordinários de um sistema em colapso. Em sua diversidade e exotismo local, eles testemunham tanto a vasta geografia da URSS. Ao mesmo tempo, eles imortalizam muitos dos sonhos ideológicos do país e de sua época, de uma obsessão pelo cosmos ao renascimento da identidade.

Ao contrário das décadas de 1920 e 1950, nenhuma “escola” ou tendência principal surge aqui. Esses edifícios representam um impulso caótico causado por um sistema que já estava em decadência. Aproveitando a estrutura monolítica em colapso, os arquitetos foram muito além do modernismo, voltando às raízes ou inovando livremente.

Alguns dos mais ousados ​​realizaram projetos com os quais os construtivistas teriam sonhado (Sanatório Druzhba, Yalta), outros expressaram sua imaginação de forma expressionista (Palácio de Casamentos, Tbilisi).

Um acampamento de verão, inspirado por esboços de um protótipo de base lunar, reivindica a influência suprematista (acampamento de jovens Prometheus, Bogatyr). Em seguida, vem a “arquitetura falada” difundida nos últimos anos da URSS: um crematório adornado com chamas de concreto (Crematório, Kiev), um instituto tecnológico com um disco voador caido no telhado (Instituto de Pesquisa Científica, Kiev) e um centro político assistindo você como Big Brother (House of Soviets, Kaliningrado).

Como Comprar

De acordo com o site da Taschen(taschen.com), o livro custa R$ 120 e os pedidos feitos no Brasil são processados, cobrados e entregues pela Paisagem Distribuidora.

Clique aqui para comprar na Tashen

Clique aqui para comprar pela Amazon

Créditos:
Fotos, informações e referências: Taschen